Seu curtume enfrenta problema de correias rachadas e impregnadas de gordura?

O Brasil é um dos maiores produtores de couro do mundo – e os problemas enfrentados pelos curtumes podem ser solucionados com correias transportadoras adequadas

Com mais de 300 curtumes, o Brasil é um dos maiores produtores de couro do mundo, mercado que movimenta mais de 6 milhões por ano. A indústria de couro participa de diferentes cadeias produtivas e depende da pecuária de corte e dos frigoríficos, que fornecem sua principal matéria-prima, sendo que os curtumes são responsáveis pelo curtimento e acabamento do material.

Basicamente, são os curtumes que compõem a indústria de couro, fabricando o produto final (couro) e fornecendo para outras indústrias – calçados, vestuário, móveis e automobilística – que utilizam o couro como um de seus insumos.

Com 310 plantas curtidoras, 2.800 indústrias de componentes para couro e calçados e 120 fábricas de máquinas e equipamentos, gera 40.000 empregos diretos e movimenta US$ 3 bilhões a cada ano.
– Fonte: Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil

Panorama do atual mercado do couro

O Brasil é um dos maiores produtores de couro no mundo – em 2018, o volume de exportações ultrapassou US$ 1,4 bilhão. São 310 curtumes espalhados pelas cinco regiões do Brasil, com destaque para o Sul, que concentra 149 unidades, e em particular para o estado de Santa Catarina, responsável por 2,9%, do total das vendas de couro no país.

Destes curtumes, 12,8% produzem couro curtido, 17,7%, couro semi acabado e 64,9%, couro acabado. Do total de couro produzido no Brasil, 3,4% é para consumo próprio, 24,8% usado na indústria nacional e 71,4% se destina à exportação.

Desafios competitivos

Em meio ao seu desenvolvimento e com o número de exportação altamente representativo, a indústria brasileira de couro deve enfrentar alguns desafios competitivos, como: 

  1. Aprimorar a qualidade do couro e agregar valor ao produto; 
  2. Aperfeiçoar o processo de produção, em relação à sua modernização e racionalização, assim como ampliar a escala e escopo da produção, com o objetivo de aumentar a produtividade e reduzir custos; 
  3. Desenvolver ações para promoção, comercialização e distribuição dos produtos no mercado externo; 
  4. Fortalecer os sistemas locais de produção. 

A análise destes desafios competitivos enfrentados pela indústria brasileira de couro deve considerar sua estrutura composta por curtumes de pequenos e médios portes ao lado dos grandes curtumes, que detém um considerável poder de mercado.

O aperfeiçoamento dos processos de produção é outro desafio competitivo, que vem através da aposta em equipamentos e componentes mais modernos. Neste ponto, escolher as correias transportadoras mais adequadas aos processos da divisora ou extratora, lixadeira, desempoadeira e enxugadeira pode ser a solução para ampliar a vida útil destes componentes, aumentando a produtividade e também a economia, com menos necessidade de troca das correias.

Ao reduzir desperdícios, aumentar a produtividade, minimizar os custos e preços e melhorar a qualidade do produto final, os curtumes nacionais mantém a competitividade no mercado externo. 

Os-diversos-usos-das-esteiras-transportadoras-na-construção-civil

Soluções VANDERHULST para a indústria de curtume

Os principais problemas enfrentados pelas correias transportadoras utilizadas nos curtumes estão ligados ao excesso de presença de gordura animal nos processos da divisora/extratora, assim como ao contato com produtos químicos, sal e iodo. Com isso, as correias ressecam ou ficam impregnadas de gordura, rachando na superfície e comprometendo o seu uso. 

Neste caso, a melhor solução é substituir as correias transportadoras mais simples por outras mais sofisticadas, com propriedades especiais em sua cobertura. As mais indicadas são as correias em poliuretano (PU) ou correias em PVC com cobertura resistente a óleos e gorduras.

Dentro do nosso portfólio de correias, as mais indicadas para aplicação em curtumes são:

  • H25-86/23 N FDA (I), indicada para divisora / extratora
  • UPRO 2/13 BM, indicada para enxugadeira
  • UPRO 2/13 WM, para transporte e processamento de couros
  • H21(3)-07 N FDA, indicada para lixadeira, desempoadeira
H21(3)-07 N FDA

Algumas características das correias transportadoras indicadas para curtumes são:

  • Alta resistência à gordura e abrasividade
  • Diâmetros baixos, para transferência em faca de até 4 mm
  • Emendas especiais para baixo diâmetro
  • Espessuras precisas
  • Coberturas especiais
  • Facilidade de limpeza e higienização

Case de sucesso: VITAPELLI

Um dos cases de sucesso que desenvolvemos junto à indústria de curtumes foi na Vitapelli, maior curtume do Oeste Paulista, localizado na cidade de Presidente Prudente. 

As correias transportadoras utilizadas na ocasião apresentavam baixa durabilidade no processo da divisora / extratora, devido ao excesso de gordura animal, que impregnava na estrutura da correia, causando ressecamento e, consequentemente, rachaduras na superfície. A durabilidade média da correia utilizada era de três meses.

Depois de uma visita técnica e de analisar o processo, nosso especialista indicou a instalação de uma correia em PVC com cobertura do tipo N FDA, com impregnação extra no revestimento (H25-89/23 N FDA I). A superfície em perfil dente de serra auxilia no transporte em processos com inclinação, impedindo que o produto deslize. Com a troca da correia, a vida útil foi ampliada para doze meses.

Baixar checklist


(Visited 4 times, 1 visits today)